Notícias

http://www.purepeople.com.br/noticia/eliana-mostra-a-filha-manuela-sorrindo-e-com-lacinho-na-cabeca-e-derrete-fas-linda_a225814/1 | Postado em: 30/04 - 09:43
Eliana mostra a filha, Manuela, sorrindo e de laço na cabeça: 'Princesa linda'

Eliana não desgruda um minuto sequer da pequena Manuela, de 7 meses, em seus momentos de folga. Neste domingo (29) a apresentadora, que rejeitou a possibilidade de ser mãe pela terceira vez, publicou mais um clique da menina em seu Instagram e derreteu o coração dos seus seguidores. "Ela está uma princesa linda!", disse uma fã. "Parece a mãe", comparou outra internauta. "Teu milagre vivo", lembrou uma terceira, referindo-se ao fato de a artista ter passado praticamente toda a gestação de repouso e até mesmo um bom tempo internada, para conseguir levar a gravidez adiante e ter a filha com saúde após sofrer um deslocamento de placenta.

APRESENTADORA VOLTOU AO TRABALHO UM MÊS APÓS DAR À LUZ

Afastada da TV pouco tempo depois de descobrir que estava grávida, Eliana, que foi substituída por Patricia Abravanel, decidiu retomar suas atividades na frente das câmeras pouco mais de um mês após o nascimento da filha. No início, a artista gravou algumas entrevistas, mas logo depois apresentou o "Teleton" e logo voltou a comandar o seu programa. Muito emocionada com o carinho do público, falou: "Não sabia que eu ia chorar assim. Quero agradecer o apoio de cada um de vocês. É uma bênção poder voltar a esse palco com essa linda notícia, esse milagrinho chamado Manuela". E encerrou garantindo que apesar de toda a turbulência, tudo valeu a pena para ter Manuela nos braços: "Nossa família cresceu e valeu a pena cada instante a luta pela minha filha. Ela foi abençoada. Meu momento é de gratidão por todas as graças recebidas".

ARTISTA TEVE MEDO DA MORTE

Em uma entrevista após dar à luz, Eliana falou abertamente sobre os momentos de desespero que enfrentou antes de ter Manuela em seus braços. "Eu achei que fosse morrer um dia antes do nascimento da minha filha. Eu tive um surto, um medo", assumiu em conversa com Roberto Cabrini. A loira destacou, no entanto, que nos momentos de maior sofrimento o apoio de sua família foi fundamental: "Apesar de todo medo, apesar de toda a tristeza, foi muito bom ter ficado no colo da minha mãe", pontuou. "Se eu não tivesse a minha mãe por perto, se eu não tivesse a bênção de ter sido mãe pela primeira vez do Arthur, se eu não tivesse tido a história de vida que eu tive lá atrás, a criação, a educação dos meus pais, meu pai, minha mãe, talvez eu não conseguisse passar por tudo isso sorrindo e tendo coisas boas pra contar", justificou. E finalizou dividindo com seu público a grande lição que tirou deste momento de sofrimento: "Aprendi que a gente não tem controle de nada, que a gente não é nada, e que quando a gente ta feliz é bom aproveitar cada instante, porque a gente não sabe quanto esta felicidade vai durar".

30 abril 2018 - 00h22

Outras Notícias

© 2018 . Todos os direitos reservados.
Largo São Vicente de Paulo, 1333 - Sala 08 - Edifício ACIT CEP 85.900-215 - Toledo/PR