Notícias

http://www.aen.pr.gov.br | Postado em: 09/09 - 08:26
Paraná é o segundo estado do Brasil com mais mortes de ciclistas no trânsito

Segundo levantamento da Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), o Paraná é o segundo estado do Brasil com o maior número de mortes de ciclistas no trânsito desde 2010.

Nesse período, 845 ciclistas morreram no trânsito em todo Paraná. O estado com mais óbitos em acidentes com bicicletas no Brasil foi São Paulo, com 1.364 ocorrências.
O Paraná também aparece entre os líderes de acidentes graves com ciclistas, sendo o terceiro colocado nacional com 892 ocorrências. O estado fica atrás apenas de São Paulo (4.546 casos) e Minas Gerais (1.379 casos).

Acidentes graves são contabilizados quando há a necessidade de internamento dos ciclistas após colisão com carros, motos, caminhões, ônibus e demais veículos pesados.

“No trânsito, o maior deve sempre cuidar do menor, ou seja, o carro motorizado deve ter o cuidado maior com o ciclista. Mas também é fundamental que o ciclista conheça as regras de trânsito e cumpra as regras de trânsito. Devem evitar transitar por vias que não oferecem infraestrutura adequada ou sem equipamentos de segurança previstos em lei”, explicou o presidente da Abramet, Antonio Meira Júnior.

Dentro do cenário nacional, mesmo com o isolamento social provocado pela pandemia da Covid-19, o número de internações de ciclistas acidentados caíram apenas 13%, registrando 690 ocorrências entre janeiro e agosto deste ano.

“É uma queda pouco expressiva, se considerarmos que o primeiro semestre foi de quarentena. Isso pode estar associado ao aumento de velocidade e à imprudência, impulsionadas por esse momento de menor fiscalização”, avaliou o coordenador do Departamento de Atendimento Pré-Hospitalar da Abramet, Carlos Eid.
Outras Notícias

© 2020 . Todos os direitos reservados.
Rua Sete de Setembro, esquina com Rua Independência, 1.475, Edifício Aliança, Centro - Toledo/PR